sexta-feira, janeiro 02, 2009

Bardamerda para a gripe e não só...



Alguns amigos costumam questionar-me sobre as condições de acesso à saúde no Concelho do Seixal, tendo em conta que todos conhecem o caos do Garcia de Orta, questionavam-me como havia ficado o Concelho após o encerramento de mais alguns serviços de saúde e sabendo também que cerca de 50 000 utentes não têm médico de família.

A recente gripe, é a melhor forma de responder às dúvidas dos que não conhecem a realidade dos serviços de saúde na nossa região fruto das erradas politicas de PS/PSD.

Ficam a saber que a população do Concelho do Seixal vive um surto de gripe sensivelmente o ano inteiro, para nós o caos e desumanidade nas urgências hospitalares faz parte do quotidiano, assim como centros de saúde com esperas superiores a 4 horas, que às 21 horas começam a enviar utentes para o hospital, pois a sua capacidade não dá para mais, porque o governo do PS encerrou os outros serviços que existiam e não considere necessário construir novos equipamentos, na Aldeia de Paio Pires, Corroios e Foros de Amora.

Esta nossa triste realidade é um infeliz exemplo do que seria o Serviço Nacional de Saúde idealizado pelos governos do PS/PSD, mas a luta das populações tem para já atrasado esse processo e algumas vezes tem conquistado algumas vitórias. Como foi o exemplo do Hospital no Concelho do Seixal, fruto da luta das populações e do poder local democrático. No dia 20 de Dezembro realizou-se mais uma iniciativa de luta pelo Hospital que decorreu no Pavilhão Municipal da Torre da Marinha, onde actuaram diversas bandas e grupos do nosso Concelho, que contou também com pequenas intervenções dos autarcas, comissões de utentes e instituições dos Concelhos de Almada, Seixal e Sesimbra. Não posso deixar de referir a actuação do mítico Grupo de Baile e o seu inesquecível “Perfume Patchouli”, não só pelo grande momento proporcionado, mas pelo que disse Carlos Tavares vocalista do Grupo. Carlos Tavares de uma forma simples e directa, disse sensivelmente isto “todos os políticos que aqui no nosso Concelho tem defendido o Hospital no Concelho do Seixal e depois noutros locais tem votado contra o Hospital e dificultado a construção do mesmo, vão à BARDAMERDA” .

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Parece-me uma frase "mandada", "vendida" ,não foi espontânea ,foi pensada, estudada, parceu-me oportunismo politico, daquelas que " caem que nem ginjas", dita por quem ATÉ parece que não é... mas é.
No entanto tem 100% de veracidade!

6:33 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home