terça-feira, setembro 16, 2008

Obrigado



Os Jogos Paralímpicos de Pequim confirmam Portugal como uma grande potência do Boccia, o Concelho do Seixal, recebeu estes heróis na Freguesia da Arrentela , no Pavilhão Municipal da Torre da Marinha, onde alguns destes heróis carimbaram o seu passaporte para Pequim. Esta edição de Pequim também demonstrou que o maior interesse em torno destes Jogos, teve como consequência o desaparecimento de resultados espectaculares por parte do nosso atletismo, esta era uma tendência que já se vinha notando nos últimos anos e que se confirmou neste Jogos.

O meu amigo J. que foi um dos pioneiros na “alta competição” para atletas com deficiência, já algum tempo que me dizia que esta seria a natural consequência, pois quando ele começou poucos países prestavam alguma atenção ao desporto para pessoas portadoras de deficiência, mas que em Portugal apesar de serem marginalizados no dia-a-dia, o sucesso desportivo garantia-lhes alguma ajuda monetária, diz-me ele por diversas vezes, que quando iniciou e começou a vencer os seus primeiros títulos internacionais, pouco ou nada recebia, mas como os bons resultados persistiam, acabaram por alcançar algumas conquistas junto dos governantes e assim já no fim da sua carreira conseguiu um premio pela sua medalha nos europeus e uma bolsa mensal para preparar as competições seguintes, infelizmente uma lesão à porta dos Jogos Olímpicos de Atlanta deixaram-no de fora daquela que seria a sua ultima grande competição. Os jogos olímpicos de Atlanta e Sidney foram anos marcados por grandes prestações da nossa comitiva no atletismo, a crescente exposição mediática levou a um maior investimento no desporto para pessoas com deficiência na grande maioria dos países, bem como a uma melhoria das condições para atletas, treinadores e dirigentes que se dedicam a estimular a pratica desportiva a todas as pessoas, nós por cá mantivemos a nossa normal postura, pois os sucessivos governos PS/PSD consideram o desporto uma despesa e não um investimento e não é de estranhar que continuemos a assistir impávidos e serenos aos nossos maus resultados.

Uma ultima nota o grande desempenho do Lopes, do Firmino ou do Potra , por exemplo ,que noutras alturas com os tempos que fizeram agora em Pequim bateriam recordes e ganhariam medalhas, desta vez não deu para chegar à final, mas pode ser que um dia quando tivermos uma politica desportiva a sério, que não passe somente por tirar alguns retratos em ocasiões mais mediáticas possamos ter melhores resultados desportivos nas grandes competições.

Termino deixando o meu agradecimento aos atletas que nos representaram e em particular ao Carlos Lopes que terminou a sua carreira desportiva.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home