sexta-feira, maio 02, 2008


Já estava na hora de censurar no parlamento o governo do PS pelas suas vergonhosas politicas que têm degradado as condições de vida da grande maioria dos portugueses, com o seguimento das políticas de direita vinda dos anteriores governos, o nosso país está mais pobre, as injustiças e as desigualdades acentuam-se cada vez mais, os muitos milhões de euros gastos pelo governo em propaganda não conseguem esconder os péssimos resultados das políticas do governo Sócretino, nem conseguem esconder a profunda hipocrisia que caracteriza os membros do governo, tomemos como exemplo o Ministro Vieira da Silva que enquanto deputado da oposição durante os governos do PSD/CDS, dizia na Assembleia da Republica que a revisão do Código de Trabalho de Bagão Félix não servia os trabalhadores, hoje não só defende esse Código do Trabalho, como ainda vai mais longe que o próprio Bagão Félix, quando todos certamente se recordam que o PS em campanha eleitoral prometeu que revogaria o Código do Trabalho apresentado pela direita, mais uma promessa que o PS mandou ás malvas, a exemplo de praticamente todas as promessas apresentadas pelo PS em campanha eleitoral, já agora abaixo deixo-vos as declarações do deputado Vieira da Silva aquando da discussão do Código do Trabalho do governo PSD/CDS :
«Toda a proposta de lei que hoje votamos aponta no sentido de centrar as leis do trabalho na relação individual, ela própria concebida como uma relação de igualdade entre as partes, em detrimento das relações colectivas, o que colide frontalmente com a matriz em que assenta a nossa Constituição laboral.
As normas defendidas pelos partidos da maioria que apoiam o Governo, quanto à vigência e sobrevigência das convenções colectivas de trabalho constituem mais um ataque à autonomia da negociação colectiva, um atestado de menoridade à liberdade sindical e um sinal claro das reais intenções desta proposta de lei.»

Vieira da Silva
, deputado do PS na sessão plenária de 10 Abril de 2003
Fonte: Diário da Assembleia da República

Também vos deixo abaixo parte da intervenção de Jerónimo de Sousa na Assembleia da República:

Estamos conscientes da composição actual da Assembleia da República. Sabemos que a apresentação de uma moção de censura é uma iniciativa parlamentar que não pode nem deve ser banalizada. Mas a situação para a qual a política do Governo tem arrastado o País torna imperativa a apresentação da Moção de Censura. Não é possível ignorar nem a gravíssima situação política, económica e social que o país vive, nem a ofensiva do Governo contra os direitos e a dignidade dos trabalhadores e da generalidade da população.Com esta Moção de Censura queremos dar expressão a uma firme condenação de políticas contrárias aos interesses dos trabalhadores e do povo.
Com esta Moção de Censura queremos dar expressão à vasta frente de luta, protesto ao descontentamento à angústia e revolta sentidos por centenas de milhar de portugueses.
Com esta Moção de Censura queremos afirmar a exigência de ruptura com a política de direita e um rumo diferente para um País mais justo!
Estamos certos de que esta moção de censura corresponde ao mais profundo sentimento da maioria do povo português.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home