segunda-feira, março 03, 2008

Sendo o que nós sempre fomos, seremos cada vez mais.






É nestas alturas que reconheço a dificuldade em expressar em palavras as grandes emoções vividas e sentidas na grandiosa Marcha de 1 de Março, foi uma Marcha de Luta, de Alegria, de Solidariedade, uma grande manifestação de força do nosso grande colectivo partidário, o orgulho imenso de pertencer a um Partido do Povo que luta pelo Povo, também foi bonito ver o Rossio transformar-se numa Praça da Fraternidade, da Solidariedade, da Amizade ao som da grande voz do Samuel cantando temas fortes que a todos emocionaram, gostei muito da Trova do Vento que Passa, Grândola, Vila Morena e a ultima foi uma escolha muito conseguida pelo Samuel, El Pueblo Unido Jamas Sera Vencido" dos Quilapayun “incendiou” o Rossio e que melhor maneira de terminar a intervenção cultural com um belíssimo poema do Zé Carlos, do qual vos deixarei um pouco, mas que neste pouco que vos deixo está o essencial:

“Quantos somos? Como somos?
novos e velhos: iguais.
Sendo o que nós sempre fomos
seremos cada vez mais!”


Não existem formulas magicas que expliquem a grande Marcha que percorreu as ruas de Lisboa, só é possível porque os comunistas desde sempre têm estado na frente resistindo nas condições mais adversas e sempre defendo os interesses dos trabalhadores e das populações, foram mais de cinquenta mil a defender Abril, militantes e amigos do PCP, homens, mulheres e jovens (e crianças... até a filhota da Leonor marcou presença e com direito a honras televisivas), demonstrando que estão errados aqueles que vaticinam o fim dos partidos, da militância partidária e do seu forte enraizamento popular, para terminar nada melhor, que as algumas palavras da intervenção do Jerónimo:

“Que este Rossio a transbordar não seja ponto de chegada, mas de partida. Que cada um se dirija aos democratas, aos cidadãos preocupados com a democracia e com o estado do país para, juntos com o PCP, retomar as alamedas da esperança.”

1 Comments:

Blogger Fernando Samuel said...

Que é como quem diz: A LUTA CONTINUA!

5:56 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home