quinta-feira, novembro 27, 2008

O Congresso de um partido democrático



5 Comments:

Blogger Filipe de Arede Nunes said...

O PCP um partido democrático? De tudo aquilo que se tem dito neste blog, esta é a maior desinformação que li. O comunismo como filosofia é anti-democrático e o PCP não foge à regra! Basta ler as teses que serão apresentadas a Congresso...

Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

1:34 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O comunismo como filosofia é anti-democrático e o PCP não foge à regra”

Dito desta maneira basta concordar democraticamente à moda do barrosismo, cavaquismo, leitismo, soarismo, guterrismo ou socratismo.

“! Basta ler as teses que serão apresentadas a Congresso...”

Duvido que tenhas lido as Teses, bem como a maioria dos que as criticam, mas teres possibilidade de as ler e criticar demonstram bem a falta de democracia do PCP, provavelmente muitos militantes do PSD têm mais oportunidade de saber e discutir as Teses do PCP, do que as do seu partido.

aldeia pp

2:53 da tarde  
Anonymous Ruben said...

Excelente resposta Aldeia... tás lá! ;)

8:58 da tarde  
Blogger Filipe de Arede Nunes said...

Não só o comunismo como modelo teórico é anti-democrático, como na prática nunca existiu nenhum regime comunista onde a liberdade fosse regra.

O Aldeia de Paio Pires pode aqui vir dizer o que quiser, mas dificilmente consegue desmentir a realidade.

Ademais, é um facto que o PCP se mostra solidário com os regimes despóticos da Coreia do Norte, de Cuba, da China, do Laos ou do Vietname, da mesma forma que foi solidário durante décadas com o regime soviético e como branqueou o Tratado Molotov-Ribbentrop e por conseguinte a aliança sovietica-nazi!

Como escapar à realidade? Podem tentar branquear os factos, mas por muito que queiram não conseguem desmentir o passado.

Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

9:48 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Os membros do PCP são todos os bárbaros assassinos e perseguem quem se lhes opõem, também comem criancinhas ao pequeno-almoço e matam velhinhos ao jantar, dá sempre jeito o papão, mas quem na realidade tem feito mal a crianças e a velhinhos em Portugal não têm sido os comunistas.

Se existe algo que muito prezamos é a liberdade e temos um património em defesa da liberdade no nosso país inegável, quando muitos não tinham coragem para lutar por ela, também não deixa de ser engraçado ver o Filipe afirmar que o PCP “branqueou o Tratado Molotov-Ribbentrop e por conseguinte a aliança sovietica-nazi!”, não sendo um especialista em historia nessa altura já o PCP tinha sido afastado da Internacional Comunista, mas o Filipe lembre-se da solidariedade do PCP ao tratado. Curiosamente também se esqueceu do pacto Munique em que a Alemanha Nazi, a Itália Fascista e as potências ocidentais França e Inglaterra decidiram sobre o avanço das tropas de Hitler para leste, provavelmente o Filipe também irá arranjar forma de culpar o PCP pelo acordo de Munique.

O Filipe a única forma que tem para escapar à realidade é rescrevendo a história, quanto ao passado de facto alguns querem branquear o passado fascista, mas os militantes do PCP não deixarão, pois muitos dos seus militantes lutaram, sofreram e morreram para que a liberdade e a democracia fosse uma realidade no nosso país, infelizmente parece que cada vez mais existe quem a queira por em causa no nosso país.

aldeia pp

10:29 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home