segunda-feira, novembro 03, 2008

Neste socialismo do governo do PS


A “falência” do BPN é bem demonstrativo dos interesses dos partidos do centrão PSD/PS, o BPN era o banco da elite do PSD, a sua administração esteva pejada de antigos membros do governo de Cavaco Silva e as suas tramóias foram mais que muitas, já o ex secretário-geral do PS o senhor Vitor Constâncio demonstrou uma vez mais porque é considerado o “corno” da Banca Portuguesa, pois a entidade a que preside o Banco de Portugal e que deveria ter como missão fiscalizar a actividade bancária, uma vez mais a exemplo do que sucedeu com o BCP foi o ultimo a saber das maroscas, por sua vez o ministro das finanças somente há duas ou três semanas garantia que nenhum banco nacional estava em risco e não podemos esquecer que o governo aplicou a parte das reformas dos portugueses no BPN, 500 milhões de euros e a CGD somente há três semanas atrás emprestou 200 milhões ao BPN.

Sempre fui e sou defensor de uma presença forte do estado na economia, existem sectores dos quais o estado não deve abdicar e como tal nacionalizar para mim significaria que o nosso país seguia num novo rumo de esperança, mas estas nacionalizações deixam-me um pouco apreensivo, pois parece que os governantes só se lembram de nacionalizar os prejuízos, pois os lucros esses são para entregar de mão beijada aos amigos do costume e o orçamento de estado deste desgoverno de Jose Sócrates parece indicar uma vez mais esse sentido, pois está lá a privatização do que resta da Galp, Ren ou EDP o que não faz o mínimo sentido para o nosso país, mas que dará muito jeito a alguns amigos do governo como o Grupo Amorim.

Uma pequena nota, todos ouvimos dizer há algum tempo atrás que não havia dinheiro, para a saúde, para a educação, para as reformas ou para os trabalhadores e isso serviu de justificação para fechar hospitais, maternidades, serviços de urgência, escolas, tribunais, aumentar a idade da reforma dos trabalhadores e diminuir o salário real dos trabalhadores anos a fio e agora sabemos que existem muitos milhões de euros para salvar o BPN, existem mais de 4 000 mil milhões de euros para injectar na banca e que somente em meia dúzia de horas o governo e o senhor presidente da republica despacharam 20 mil milhões de euros para os bancos.

No socialismo deste governo do PS, os prejuízos pagamos todos nós, os lucros esses ficam nas mãos de meia dúzia de amigos do regime.

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Mas nãose esqueçam que oslucros já eram mais valias extorquidas aos trabalhadores.

6:53 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home