quarta-feira, fevereiro 13, 2008

Trabalhador condenado por manifestação ilegal.



Já aqui falámos da heróica luta dos trabalhadores da Pereira da Costa, infelizmente nos últimos dias foi novamente noticia e dizemos infelizmente, porque a nossa sempre justa, “justiça” condenou pela primeira vez desde o 25 de Abril um sindicalista, por participar numa manifestação ilegal, o sindicalista João Serpa foi condenado sem ter tido hipótese de apresentar testemunhas, de levar consigo um advogado do Sindicato, não teve direito a nada, somente a ser julgado como se de um delinquente se tratasse, tudo isto porque lutava para que se fizesse justiça para com os trabalhadores da Pereira da Costa.

2 Comments:

Blogger Filipe de Arede Nunes said...

Não falarei do caso em concreto, porque não o conhece em profundidade, mas apraz-me dizer duas coisas:
existem disposições normativas que estipulam o direito às manifestações. Não se cumprindo esses preceitos, devem aplicar-se as sanções previstas na lei;
a realização de manifestações ilegais deve ser observada cum grano salis por parte dos Tribunais. Mas isso, é algo que dava pano para mangas.
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

12:37 da tarde  
Anonymous aldeia pp said...

Essa linguagem muito técnica a mim diz-me muito pouco, na minha opinião o que aconteceu com este trabalhador foi atirarem-lhe sal para uma ferida, bem mais que um grão e nunca com o objectivo de sarar a ferida.

1:32 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home