quinta-feira, dezembro 13, 2007

Em vez de sonhos, pesadelos provocados pelas rosas murchas

Os Boys e Girls do Partido Socialista têm sido afectados pela síndrome da prepotência, da arrogância e do autoritarismo, desrespeitando tudo e todos, nem as crianças lhes escapam e confesso que ainda não tinha tido vontade de comentar o encerramento da Janela Aberta, porque é uma daquelas situações que pensamos não se puderem passar e à qual só se sujeita alguém muito desejoso de protagonismo e com muita vontade de agradar aos seus superiores como foi o caso da Sr.ª Fátima Lopes e o processo de encerramento da Janela Aberta, curiosamente da noite para o dia considerou-se que a Direcção da Cooperativa Pelo Sonho É Que Vamos não tinha condições para continuar à frente dos destinos da mesma e que os Centros que acolhiam as crianças não tinham condições para assegurar a continuidades dos meninos num local onde sempre foram bem acolhidos e tratados, em vez de se identificar e resolver os problemas existentes, optou-se por uma operação mediática e assim, se à noite se pensou, no dia seguinte se pôs em pratica o plano, nada melhor que a ASAE e umas câmeras de televisão para legitimar uma decisão arbitraria e autoritária, as crianças essas que se lixem, porque o que conta é afastar a Direcção da Cooperativa Pelo Sonho É Que Vamos e infelizmente isto nada tem de poético, mas tem muito a ver com rosas(murchas).

Este encerramento à semelhança do que aconteceu com os SAP’s de Corroios e Seixal foi encerrado sem que existisse qualquer decisão administrativa que o oficializasse, parece que agora é prática dos ditos socialistas primeiro encerra-se depois logo se oficializa a coisa, mais uma curiosidade neste processo é que o centro que acolheu as crianças no Pinhal Novo já estava preparado para as receber, já se está mesmo a ver que isto foi uma “surpresa” muito grande, tão grande que foi a Segurança Social que solicitou a presença da ASAE na Instituição, mas tanto as crianças, como os funcionários, as autarquias e a comunidade se solidarizaram com a direcção da Cooperativa e condenaram a prepotência da funcionária socialista do Centro Distrital de Segurança Social de Setúbal que atropelou tudo e todos, sem nunca se preocupar com o bem-estar das crianças, depois de todo o sofrimento causado às crianças que chegaram a fugir do local para onde haviam sido levadas no Pinhal Novo e que apareceram junto das instalações abruptamente encerradas nas Farinheiras, finalmente alguém viu que estava a sair gorada a estratégia e tomou-se a decisão que deveria ter sido tomada logo de inicio, identificar-se os problemas e resolve-los, esperamos que dentro em breve as crianças possam estar de volta a um espaço onde sempre foram bem acolhidas e tratadas, infelizmente as suas vidas já têm tido sofrimento que baste, por isso dispensam bem os jogos mesquinhos de alguns adultos.

2 Comments:

Blogger PRS said...

A ASAE e a comercialização das castanhas:

http://opoderdegrayskull.blogspot.com/2007/12/j-no-era-sem-tempo.html

10:33 da tarde  
Blogger Filipe de Arede Nunes said...

E o investimento da CMS?
Vejam tudo em:
www.juventudeseixal.blogspot.com.
É preciso haver vergonha...
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

11:14 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home