quarta-feira, julho 18, 2007

Governo PS encerra os SAP de Seixal e Corroios


Quando em Março deste ano as Comissões de Utentes alertaram para o possível encerramento de dois SAP no Concelho do Seixal e promoveram uma manifestação em que estiveram duas mil pessoas em protesto e com a qual se solidarizaram os autarcas eleitos pelo PCP, PSD e BE os do PS não participaram porque diziam eles que não estava previsto nenhum encerramento, porque assim o havia garantido o director da Sub-Região de Saúde de Setúbal Rui Monteiro e a iniciativa levada a cabo pelas Comissões de Utentes não tinha razão de ser.

Infelizmente a iniciativa promovida pelas Comissões de Utentes numa altura em que o país protestava contra os encerramentos compulsivos que o governo dito socialista tem promovido nas mais diversas áreas, conseguiu apenas adiar o encerramento, porque o governo PS aproveitando o período de férias e de surpresa promoveu o encerramento de dois SAP no Seixal e em Corroios, agora os mais de 160000 habitantes do Concelho do Seixal são servidos unicamente pelo SAP da Amora e estamos a falar de um Concelho em que mais de 50000 não têm medico de família, num concelho onde o investimento dos sucessivos governos PS/PSD tem sido praticamente nulo, com adiamentos sucessivos na construção de novos equipamentos de saúde e com a não colocação de médicos e enfermeiros suficientes para fazer face aos milhares que continuam sem medico de família.

Esta situação irá fazer com que mais habitantes do Concelho do Seixal tenham necessidade de recorrer ás caóticas e desumanas urgências do Garcia de Orta em Almada, o governo do PS tem desprezado por completo a margem sul, mas desconsideração e o desprezo pelos habitantes do Concelho do Seixal tem atingido níveis inimagináveis, nos últimos tempos temos assistido ao encerramento de escolas, fecho de SAP e como todos nos sabemos o investimento do governo no Concelho foi o praticamente nulo, não digo nulo porque houve 300 000 euros para o “funcionário”colocado no Centro de Emprego gastar e cinco mil euros para relvar a marca de penalti em Corroios e outro cinco mil euros para DOIS pavilhões.

Tal como no hospital só a luta popular pode inverter este estado de coisas e já para amanhã estão marcadas duas manifestações, de manhã às 11h00 a concentração realiza-se à porta do centro de saúde do Seixal, enquanto à tarde, às 17h00, a manifestação prossegue junto ao posto médico de Corroios, mas a luta não pode nem deve ficar por aqui e das mais diversas formas temos que fazer que chegar o nosso descontentamento, porque o desprezo e desconsideração que o governo do PS tem tido com os habitantes do Concelho do Seixal não pode ficar sem resposta.

1 Comments:

Blogger Ana Rita said...

O encerramento de qualquer serviço envolve mudança, e toda ela é regeitada independentemente de trazer ou não algum benefício.Há que analizar as razões que levam a tal, o que nem sempre é feito, ou porque a população de uma maneira geral não tem acesso à informação, ou porque quem tem o acesso o manipula de modo a recolher os respectivos benefícios.

3:03 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home