sexta-feira, dezembro 28, 2007

O direito a serviços de saúde também não deveria ser um luxo

Mas com o governo do PS é cada vez mais assim e agora prepara-se para encerrar mais 56 Serviços de Atendimento Permanente (SAP), mais urgências de hospital para fechar, ainda mais algumas maternidades para encerrar e por último muitos mais medicamentos vão deixar de ser comparticipados pelo estado, com tudo isto o governo que se diz socialista e de esquerda espera poupar perto de 330 milhões de euros, os mesmos senhores que esperam poupar à custa do direito aos cuidados de saúde dos portugueses, são os mesmos que esbanjaram mais de 100 milhões num negócio ruinoso no Brasil, os mesmos que esbanjaram mais de 136 milhões em duas linhas de metro, os mesmos que têm 119 milhões de euros para destruir o que ainda resta da nossa produção nacional, ou o mesmo governo que ironia das ironias junto do local onde vão encerrar Serviços de Urgência, Vila Pouca de Aguiar, esbanjou mais de 100 milhões de num túnel especialmente concebido para a possível passagem de 7 lobos que não se tem a certeza que alguma vez utilizem este faraónico “loboduto”, mas para a estas coisas já existe muito dinheiro, infelizmente para o Serviço Nacional de Saúde que é essencial para a grande maioria dos portugueses o dinheiro não chega e ainda existe a necessidade de encerrar cada vez mais serviços, reduzir e retirar comparticipações aos medicamentos.

Quem deve continuar satisfeito com esta onda de encerramento de SAP’s como aconteceu no nosso concelho com os SAP’s de Corroios e Seixal é o senhor vereador do PS, Samuel Cruz que já deve estar a preparar os próximos anúncios publicitário do seu blogue a apelar aos portugueses para que paguem seguros de saúde, dessa forma os portugueses poderão ter os cuidados de saúde a que todos temos direito, mas que infelizmente dessa forma só alguns podem pagar.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home