quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Fórum Aldeia de Paio Pires




Já era para termos escrito algo sobre o fórum do desporto que se realizou na nossa freguesia à mais tempo só que fomos adiando, presentes estiveram quase todas as colectividades da nossa freguesia, membros de outras colectividades do concelho, alguns populares, poucos infelizmente, havia futebol à mesma hora e eleitos da freguesia da Aldeia de Paio Pires só estavam membros da CDU, uma vez mais PS, PSD e BE optaram por primar pela ausência.

Apesar das presenças não terem sido muitas, penso que as intervenções tocaram em alguns pontos que devem ser tidos em consideração no documento final: a modernização dos equipamentos desportivos associativos, de que forma poderão as colectividades chegar à população, se antes estas eram um ponto de encontro e eram as pessoas que se aproximavam das colectividades neste momento terão que ser as colectividades e quem a elas está associado perceber de que forma pode integrar as pessoas que estão à sua volta e envolve-las procurando dar resposta ás suas necessidades, a ligação ás escolas que no caso do nosso concelho é feito pelo técnico de freguesia, pensamos que será uma situação muito rara no país e no qual o concelho do Seixal tem sido pioneiro, o ridículo que é a participação feminina no desporto somente representam 1,7%, a dificuldade que qualquer trabalhador tem para praticar um desporto, a falta de reconhecimento do estado pelo dirigente associativo que dá o melhor de si e substitui o estado na promoção do desporto e não vê reconhecida a sua importância e à grande burocracia que esses mesmos dirigentes associativos encontram quando se querem candidatar às esmolas estatais e mesmo no desenvolvimento da sua actividade.

Este fórum terminou com uma óptima intervenção do professor Melo de Carvalho que referiu que o desporto é um bem essencial, que aumenta a qualidade de vida, o bem-estar e previne doenças, só por estes motivos deviam ser uma aposta do governo pois se estamos menos vezes doentes e estamos em melhor forma física mais produtivos somos, é bom para a nossa economia e se menos vezes vamos ao médico, menos encargos para o serviço nacional de saúde, mas à mais o desporto aumenta a longevidade logo podemos trabalhar mais anos melhor para a nossa segurança social, com todos estes benefícios económicos pois o nosso governo só pensa em função do capital e não reconhece o desporto como um direito de todos nós não se percebe que o apoio do estado se encontre ao nível dos anos 60, estas foram mais ou menos as palavras do professor Melo de Carvalho.

Depois vejo noticias destas governo pretende combater a obesidade acabando com os bolos nos “coffee-breaks”, seria ridículo senão fosse um assunto sério, mas temos um governo do partido socialista que age nesta matéria como noutros com medidas da treta que nada resolvem.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home